Histórico de veículos: qual a melhor forma de apresentar?

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Mostrar um carro ao seu cliente sem detalhar as condições em que ele se encontra com certeza vai atrasar a negociação e gerar muita desconfiança. Por isso, o histórico de veículos é uma ferramenta indispensável para criar credibilidade e trazer muitas oportunidades ao revendedor.

Neste artigo, vamos ensinar a melhor forma de apresentar o histórico de veículos para o seu cliente e por que você precisa dar atenção a esse documento. Além disso, vamos mostrar algumas dicas para que a sua revenda transmita maior confiança no mercado.

Quer informar corretamente ao seu cliente o estado do automóvel que ele está comprando? Então continue com a gente!

Por que a revenda precisa apresentar o histórico de veículos?

De acordo com a Lei 13.111, de 25/05/2015, as revendas são obrigadas a apresentar o histórico de veículos ao comprador. A lei determina ainda que é preciso informar empecilhos no registro que possam atrasar a regularização do automóvel, como: financiamentos, débitos com impostos, multas e casos de furtos.

Outro ponto de atenção é: todos os custos e taxas, multas e tributos ocorridos antes da venda ao consumidor devem ser arcados pela revenda.

Mesmo que pareça burocrático disponibilizar o histórico de veículos, essa prática é uma forma inteligente de apresentar todas as informações do automóvel e outros detalhes que garantem a transparência na venda.

Por isso, ela transmite maior confiança ao cliente e acelera a negociação.

A seguir, veja alguns pontos que precisam ser apresentados no documento:

  • resumo estrutural (chassi e outras partes);
  • informações sobre donos anteriores;
  • manual do carro;
  • chave reserva;
  • manutenções;
  • dados de rodagem;
  • pagamento de tributos (IPVA, DPVAT e demais contribuições);
  • sinistros;
  • seguradora;
  • preço do automóvel sem a tributação.

Além disso, a ficha precisa trazer todos os pontos importantes que devem ser preservados na história do veículo e, claro, apresentados na hora certa — como no anúncio online, que veremos a seguir.

Qual é a vantagem de fornecer o histórico do veículo em anúncios online?

A venda de automóveis pela internet apresenta um grande crescimento nos últimos anos. Isso porque os consumidores preferem ter a comodidade de acessar diversas opções antes de escolher a melhor para eles.

Assim, o revendedor precisa descrever as condições do veículo nos anúncios para conquistar a confiança desse usuário online e qualificar a sua oferta.

Nesse sentido, disponibilizar o histórico de veículos nos anúncios online é uma forma de facilitar a vida do comprador e entregar a ele todas as informações de que precisa.

Como transmitir maior confiança no mercado?

Além de disponibilizar o histórico do veículo, a revenda precisa ficar atenta a alguns detalhes que ganham pontos com o cliente.

Portanto, se ele viu o seu anúncio online e foi até a sua loja interessado em um veículo, essa é a hora de aumentar a confiança que ele tem pela sua empresa e efetivar a venda. Veja as dicas a seguir:

Tenha um nome forte no mercado

Em primeiro lugar, é importante zelar pela reputação da sua revenda de veículos e pelo seu nome, acima de tudo.

Escolha com cautela a sua frota e nunca “empurre” no seu cliente um modelo que não é o ideal para ele ou que trará problemas no futuro.

A seguir, veja alguns pontos que evidenciam a má qualidade do veículo e comprometem a revenda:

  • as portas têm espaços desiguais ou raspam nos batentes (sinal de batida);
  • a pintura é diferente em cada um dos lados do carro (indício de que foi recuperado);
  • existem marcas de terra debaixo dos bancos e carpetes ou eles estão estufados e descolando (aponta que o veículo enfrentou um alagamento);
  • o dispositivo retrátil do cinto de segurança está emperrando (o carro pode ter sofrido uma colisão);
  • o número do motor é diferente do original;
  • o escapamento escorre óleo ou solta uma fumaça azulada;
  • os faróis estão cheios de água.

Esses são alguns dos problemas mais graves, então fuja de carros nessas situações. Mas, para outros casos mais simples, tenha parceiros para reparar os defeitos antes de repassar o veículo aos clientes.

Ofereça um test-drive

Se você verificou o carro e tem certeza de que ele está em boas condições, é importante mostrar isso ao seu cliente na prática.

Permita que ele dê uma volta com o veículo e sinta todos os detalhes — como o motor, possíveis ruídos, direção, parte elétrica etc.

Tenha em mente que, se o cliente gostar do test-drive e se sentir confortável na posição de motorista, as chances de efetivar a compra aumentam consideravelmente.

Estabeleça preços condizentes

Por mais que o carro esteja impecável, exagerar no preço afasta os clientes. Por outro lado, colocar valores muito abaixo dos praticados no mercado pode gerar desconfiança. Assim, saiba dosar o preço correto para cada veículo.

Uma dica é estabelecer um preço de venda com uma boa margem e, posteriormente, oferecer alguns descontos e facilidades de acordo com a forma de pagamento, datas especiais ou outras ações promocionais.

Como informar se o carro foi adquirido em leilão?

Um carro que já esteve em leilão pode ter uma condição tão boa ou até melhor que qualquer outro usado. No entanto, eles costumam carregar um certo preconceito e a negociação acaba resultando em vários pedidos de descontos.

De fato, alguns veículos em leilão já podem ter passado por sinistros e roubos ou não estarem de acordo com as leis de trânsito. 

Para qualquer um desses casos, cabe ao revendedor se informar sobre o estado do automóvel e ser honesto com o cliente. Além disso, todos os detalhes precisam ser informados no histórico do veículo.

E, caso seja questionado pelo comprador, mostre os reparos ou adequações que você precisou fazer e por que o valor cobrado é condizente com a situação atual do automóvel.

Agindo assim, além de criar uma relação de confiança com o seu cliente, você ainda estará protegido de ações judiciais ou de ser acionado no Procon e outros meios de defesa do consumidor.

Como vimos, o histórico do veículo é um instrumento fundamental para facilitar as vendas, criar laços de confiança com os compradores e resguardar as duas partes de eventuais problemas.

Gostou deste artigo? Ficou claro qual é a melhor forma de apresentar o histórico de veículos ao seu cliente? Então leia o nosso post que mostra como vender um carro com dívidas!

Compartilhar

About Author

Compartilhe sua opinião com a gente, através dos comentários.

Share This