Cálculo de financiamento para automóveis: saiba como calcular!

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Estimativas apontam que no Brasil exista 1 veículo para cada 4,4 habitantes. Isso apenas confirma a paixão do brasileiro por carros. Entretanto, a aquisição desse bem nem sempre é fácil, o que induz um grande número de pessoas a buscar o auxílio de linhas de crédito. É aqui que o cálculo de financiamento surge como elemento fundamental.

São vários os aspectos que devem ser considerados com relação ao financiamento. Além disso, há uma série de fatores que podem influenciar o resultado final e fazer com o preço do veículo fique maior do que o esperado.

Nos próximos parágrafos, selecionamos uma série de informações sobre esse tema. Continue a leitura e saiba como fechar um bom negócio!

Cálculo da taxa de financiamento de veículo

Para efetuar o cálculo da taxa de financiamento, precisamos considerar os três pontos fundamentais:

  1. valor do veículo;

  2. tempo de financiamento;

  3. taxa de juros que será praticada.

Após realizar o cálculo, o comprador saberá o valor total do carro com o acréscimo das taxas. Além disso, há a possibilidade de podermos conferir o valor dos juros de forma separada. Vejamos um exemplo prático:

  • preço do carro — R$ 50.000,00;

  • tempo de financiamento — 60 meses;

  • prestação — R$ 1.112,22;

  • valor total — R$ 66.733,34;

  • total de juros — R$ 16.733,34.

Pelo exemplo acima, você pode perceber que é a diferença entre o valor do carro e o valor final do financiamento que representa os juros totais que serão pagos até o vencimento da última parcela.

Porém, é importante que você saiba que outras taxas podem existir de acordo com a empresa escolhida para o financiamento. No modelo que ilustramos não foi considerado o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), por exemplo.

Devido a situações como a descrita acima, é que toda compra financiada de veículos precisa ser avaliada com muita atenção. Somente assim é que conseguiremos encontrar condições mais adequadas e negociar melhor os valores.

A dica é sempre fazer simulações para termos em mãos qual é o valor que vamos pagar. Para isso, há várias ferramentas online que poderão ajudá-lo nos cálculos, especialmente se você não tiver muita afinidade com o assunto. Confira algumas delas:

Uma dica interessante é usar os simuladores dos próprios bancos. Todos os que trabalham com financiamentos contam com essa ferramenta. Assim, sua análise poderá ser mais abrangente em termos de comparação.

Principais aspectos que influenciam no financiamento

As instituições financeiras e empresas têm uma série de pontos que são analisados antes do financiamento do carro ser aprovado. Alguns variam de uma para outra, mas temos aqueles que funcionam como uma espécie de ‘regra padrão’. Vejamos quais são.

Nome limpo no SPC e no Serasa

Bancos e financeiras tem critérios rígidos sobre esse ponto: se você estiver com nome sujo, o pedido de financiamento é desconsiderado quase que de forma automática. Isso ocorre porque essas entidades consideram que, se você está negativado, não tem meios para assumir outro compromisso.

Caso você tenha dúvidas se o seu nome está sujo, procure o ponto da CDL (ou outro serviço) de sua região para verificar sua situação no SPC e no Serasa.

Comprovação de renda

Algumas financeiras e bancos não solicitam certos documentos, como o contracheque, para a comprovação de renda. Entretanto, eles terão que ter segurança sobre os dados que você está fornecendo. Para isso, podem até mesmo ligar para seu trabalho para verificar as informações fornecidas.

O fato é que não importa como esse processo é feito, se você quiser obter a aprovação para financiar um veículo, as parcelas não devem comprometer sua renda em mais de 30%.

Taxas

É importante ressaltar que existem as taxas não fixas, aquelas que podem mudar de acordo com o banco e variar conforme o tempo. Por outro lado, temos três pontos que afetam essas taxas e podem fazer com sejam maiores ou menores:

  1. valor da entrada;

  2. quantidade de parcelas;

  3. ano do veículo.

Agora que você conheceu os principais pontos sobre o cálculo de financiamento, aproveite para saber qualquer é a melhor época para comprar um carro.

Compartilhar

About Author

Compartilhe sua opinião com a gente, através dos comentários.

Share This